Homenagens ao Cavaleiro

No dia 23 de abril se comemora o Dia de São Jorge, um dos santos mais populares no catolicismo, mais conhecido como “santo guerreiro”, por socorrer aqueles que a ele recorrem, ajudando-os a vencer as batalhas da vida com as armas da fé.

Mas não somente os devotos católicos se dedicam a louvar o santo neste dia. Candomblecistas e Umbandistas também dedicam a sua fé a este santo associado a Ogum, orixá destemido, senhor da guerra, do ferro, da agricultura e da tecnologia.

Esse sincretismo religioso entre orixás e santos católicos foi a forma que africanos escravizados encontraram para cultuar suas divindades disfarçadamente, uma vez que eram proibidos de expressar suas crenças religiosas, sendo obrigados a “aceitar” a imposição do catolicismo, utilizado pelos colonizadores como um elemento "civilizatório”. Associando os santos católicos aos seus Orixás, puderam contornar a violência que lhes era imposta, criando um sincretismo que marcou profundamente a construção da identidade do povo brasileiro.

Assim é que no Dia de São Jorge pessoas enchem igrejas e terreiros para pagar promessas ou cumprir obrigações, para pedir pela força e proteção, para saldá-lo com cantos e danças. Dia de festa e oração para católicos e não católicos, unidos pela mesma fé na energia do guerreiro protetor. SALVE SÃO JORGE NO ALTAR OU NO TERREIRO!

  • Facebook
  • Instagram

 © Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução de qualquer imagem sem a expressa autorização da fotógrafa - Lei nº 9.610/98