Poesia do Velho Chico

O Velho Chico é fonte de vida para muitas comunidades ribeirinhas localizadas nos cinco estados por onde passa o curso deste, que é um dos mais importantes rios do Brasil e da América Sul. Mesmo sofrendo com sérios problemas, como o assoreamento, a ponto de ser difícil até a passagem de pequenas canoas em certos trechos, ainda desemprenha papel fundamental na vida de pescadores artesanais, que lutam pela sobrevivência do Velho Chico e de suas tradições, e de Vazanteiros, assim chamados porque praticam uma agricultura familiar na área de vazante do rio. O rio é responsável não só pelo sustento das famílias, mas é parte do imaginário simbólico dessas comunidades, que lutam não só por sua sobrevivência, como também a de sua cultura, de sua identidade, de seus lugares de memória. O tempo do rio marca o tempo da vida, com seu compasso próprio, e inunda de poesia o existir.

  • Facebook
  • Instagram

 © Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução de qualquer imagem sem a expressa autorização da fotógrafa - Lei nº 9.610/98